Contabilidade Empresarial

PATRIMÔNIO LÍQUIDO NEGATIVO - PASSIVO A DESCOBERTO

No caso de Patrimônio Líquido negativo (quando o valor das obrigações para com terceiros é superior ao dos ativos) utilizava-se, por força das Resoluções CFC 847/1999  e CFC 1.049/2005, a expressão "Passivo a Descoberto".

Exemplo:

Total do Ativo - R$ 1.500.000,00
Total das Obrigações - R$ 2.000.000,00
Passivo a Descoberto - R$ 1.500.000,00 menos R$ 2.000.000,00 = R$ 500.000,00.

Entretanto, a partir de 02.06.2010, a Resolução CFC 1.283/2010 revogou diversos dispositivos anteriores, dentre os quais as Resoluções CFC 847/1999 e 1.049/2005.

Desta forma, para as demonstrações contábeis encerradas a partir da publicação do novo texto normativo não mais será necessário alterar a nomenclatura do Patrimônio Líquido, quando ele se tornar negativo.

Assim, a demonstração do PASSIVO A DESCOBERTO será apresentada na forma usual, como segue: 

Ativo

Passivo

Circulante

Circulante

Não Circulante

Não Circulante

Realizável a Longo Prazo

Patrimônio Líquido

Investimentos

   Capital Social

Imobilizado

   Reservas

Intangível

   Prejuízos Acumulados

 

 

TOTAL DO ATIVO

TOTAL DO PASSIVO


Contabilidade | Publicações Contábeis | Exemplos | Dicas | Cursos | Temáticas | Normas Brasileiras Contabilidade | Glossário | Resoluções CFC | Guia Fiscal | Tributação | Simples Nacional | Modelos de Contratos | Balanço Patrimonial | Legislação Contábil | Programas | Revenda e Lucre | Normas Legais | Boletim Contábil | Boletim Trabalhista | Boletim Tributário | Guia Trabalhista | Guia Tributário | Publicações Jurídicas